TITUS GROAN – TITUS GROAN (1970)

A capa com ilustração horripilante pode até causar um calafrio dos diabos, mas a música que sai dos sulcos do disco é uma maravilha só. Lançado originalmente em outubro de 1970 pela Dawn Records, o álbum do Titus Groan é dessas obscuridades musicais que fazem com que este bolha sinistro continue vagando pelos sebos em busca de raridades discográficas perdidas no tempo. Ostentando um nome estranho retirado da literatura gótica (é o título do primeiro livro da trilogia de Gormenghast, de Mervyn Peake, publicado em 1946), este misterioso grupo do Reino Unido durou menos de um ano, mas o tempo suficiente para produzir este único e excelente registro.

Em apenas 5 faixas, o quarteto mostra toda a sua criatividade e ousadia nas instrumentações. Composições alucinantes tocadas de forma magistral pelos músicos Stuart Cowell (guitarra, teclados e vocais), Tony Priestland (sax, flauta, oboé e sopros em geral), John Lee (baixo) e Jim Toomey (bateria e percussão). O som denota certa aura medieval, agregando elementos do folk, rock progressivo, hard rock e jazz-rock. Nada menos que intrincadas maquinações sonoras dissolvidas em arranjos envolventes e melodias apuradas, criando momentos de puro deleite musical.

Temas como as estilosas “It Wasn’t For You” e “I Can’t Change”, ou ainda a magnífica suíte “Hall Of Bright Carvings” (título do primeiro capítulo do livro que batizou a banda) indicam uma irrefutável afinidade sonora com grupos britânicos de mesma linhagem como Jethro Tull, Caravan, Colosseum, Traffic ou East of Eden. O entrosamento e a inventividade dos músicos envolvidos impressionam. É notável a interação entre os fraseados de guitarra e os instrumentos de sopro, sem falar no audacioso trabalho percussivo e nas sutis passagens de órgão com texturas medievais.

Outra faixa indispensável é a agradável “Its All Up With Us”, com linha melódica e sonoridade mais acessíveis do que nas outras composições, muito por conta da levada mais pop e da bela harmonização vocal da trupe. No contexto geral, uma sonzeira esquecida no tempo e entregue aos garimpeiros do universo bolha, colecionadores de raridades vinílicas e alienígenas de Internet atentos a downloads empoeirados.

Capa do livro de Mervyn Peake, o 1° da trilogia de Gormenghast

Logo após o lançamento do disco – e em meio a críticas elogiosas da imprensa britânica – a gravadora Dawn promoveu um giro do Titus Groan pela Inglaterra com a participação de outros grupos do seu cast: os não menos obscuros Demon Fuzz, Comus e Heron. Tenebrosamente, a tour foi um fracasso colossal e menos de um ano após a sua fundação, a banda encerrou as atividades. Seus integrantes simplesmente desapareceram do mapa musical, mas ao menos deixaram esta raridade pelo caminho.

Quando em 2000 a Get Back relançou esta pérola perdida, não hesitei e adquiri uma cópia em vinil 180 gramas, prensagem italiana, capa dupla e com três faixas bônus: uma versão de “Open The Door, Homer” de Bob Dylan, a belíssima “Woman Of The World” e “el grude sônico para estalar los dedos” chamado “Liverpool”. Estas três músicas foram soltas em um maxi-single pela Dawn em 1970, poucos dias antes do lançamento do álbum homônimo da banda. Vale lembrar que nenhuma delas foi incluída no play original. Taí um clássico empoeirado absoluto. E agora, aditivado.

Faixas: 01. It Wasn’t For You / 02. Hall Of Bright Carvings – a) Theme – b) Dusty High-Value Hall – c) The Burning – d) Theme / 03. I Can’t Change / 04. It’s All Up With Us / 05. Fuschia – Bônus: 06. Open The Door, Homer / 07. Woman Of The World / 08. Liverpool

SINISTER VINYL COLLECTION: TITUS GROAN – TITUS GROAN (1970)

TITUS GROAN – TITUS GROAN (1970) [álbum completo + bônus]

TITUS GROAN – IT WASN’T FOR YOU

TITUS GROAN – HALL OF BRIGHT CARVINGS

TITUS GROAN – I CAN’T CHANGE

TITUS GROAN – IT’S ALL UP WITH US

TITUS GROAN – FUSCHIA

14 respostas a TITUS GROAN – TITUS GROAN (1970)

  1. Luís diz:

    Cara, teu blog é muito bom. Caí por acaso mas já está entre os favoritos. Além de muito bem organizado, os textos e as postagens são muito fodas. Falando em postagens, vc sabe algum lugar onde eu posso encontrar os bonus do “Arthur”, dos Kinks? Pq naqueles links q vc colocou aqui só está o disco normal.

    Valeuu, velho. E continua firme na batalha q pelo rock vale a pena.

  2. sinistersaladmusikal diz:

    Opa Luís, valeu brother! Cara, atualizei o link e agora já dá para baixar o Arthur dos Kinks com as faixas bônus. Só não sei quanto tempo ele permanecerá ativo. Portanto, manda bala. Abração

  3. José Carlos diz:

    Sempre descobrindo grandes sons aqui no blog.

    Grande abraço.

  4. sinistersaladmusikal diz:

    Valeu José Carlos.
    Abração

  5. Fred diz:

    Fala Fandas,

    depois de uma derrota não desejada nada melhor do que viajar num som das antigas. Não conhecia Titus Groan, mas certamente já está habitando minha prateleira digital.
    Precisamos marcar um churras.
    Abs

  6. sinistersaladmusikal diz:

    Nem me fale, Fredão! Mas calma lá que ainda tem muito campeonato pela frente… VAI PALESTRA!
    Titus Groan é classe A. Legal que você gostou.
    E vamos armar esse churras logo, logo. De preferência, pra comemorar mais um título do Verdão. De novo… VAI PALESTRA!!!
    Abraço

  7. Caro amigo, vou utilizar seu texto, para postar este disco no meu blog, mas vou postar tembém o seu endereço.

    http://murodoclassicrock4.blogspot.com/2010/11/pagina-inicial.html

    Abraço.

  8. sinistersaladmusikal diz:

    Opa, Alex! Colocando a fonte no texto, no problems!
    E seu blog é bem bacana. Parabéns!
    Abraço

  9. sinistersaladmusikal diz:

    Valeu!

  10. Willian Prestes diz:

    parabéns pelo blog! achei teu texto no muro e copiei o resumo para os arquivos da banda no last.fm, pois estavam sem descrição. dá uma olhada. http://www.lastfm.com.br/music/Titus+Groan

    coloquei a fonte no texto, se não estiver de acordo, fala aí que eu tiro🙂
    abraço

  11. sinistersaladmusikal diz:

    Legal, Willian! Bolhas unidos jamais serão vencidos hehe. Valeu!
    E quando quiser comentar aqui no Sinister, fica à vontade.
    Abraço

  12. Christian diz:

    Hello guy, great blog, thanks.

  13. sinistersaladmusikal diz:

    Thanks!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: