SINISTER VINYL COLLECTION: INCREDIBLE BONGO BAND – BONGO ROCK (1973)

Banda: Incredible Bongo Band (aka Michael Viner’s Incredible Bongo Band)

País: United States

Álbum: Bongo Rock (2 LPs)

Ano de lançamento: 1973

Mentor, músico e produtor: Michael Viner

Referências sônicas: Funk / Jazz-Funk / Afro-Jazz / Latin Jazz

Selo: Mr. Bongo / MRBLP 043

Nota: a edição contém na íntegra o álbum Bongo Rock (1973) e quase todas as faixas do segundo disco da banda, intitulado The Return of The Incredible Bongo Band (1974).

Prensagem: United Kingdom

Lado A:  01. Apache / 02. Let There Be Drums / 03. Bongolia / 04. Wipeout

Lado B: 01. Dueling Bongos / 02. In-A-Gadda-Da-Vida / 03. Raunchy ’73

Lado C: 01. Last Bongo in Belgium / 02. Bongo Rock / 03. Hang Down Your head, Tom Dooley Your Tie’s Caught in Your Zipper / 04. Sharp Nine / 05. Pipeline

Lado D:  01. Kiburi (Part 1) / 02. Sing Sing Sing / 03. (I Can’t Get No) Satisfaction / 04. Okey Dokey / 05. When the Bed Breaks Down, I’ll Meet You in the Spring

INCREDIBLE BONGO BAND – APACHE

INCREDIBLE BONGO BAND – LET THERE BE DRUMS

INCREDIBLE BONGO BAND – BONGOLIA

INCREDIBLE BONGO BAND – WIPEOUT

INCREDIBLE BONGO BAND – DUELING BONGOS

INCREDIBLE BONGO BAND – IN-A-GADDA-DA-VIDA

INCREDIBLE BONGO BAND – IN-A-GADDA-DA-VIDA

INCREDIBLE BONGO BAND – RAUNCHY ’73

INCREDIBLE BONGO BAND – LAST BONGO IN BELGIAN

INCREDIBLE BONGO BAND – BONGO ROCK

INCREDIBLE BONGO BAND – PIPELINE

INCREDIBLE BONGO BAND – KIBURI (PART 1)

INCREDIBLE BONGO BAND – SING SING SING

INCREDIBLE BONGO BAND – (I CAN’T GET NO) SATISFACTION

INCREDIBLE BONGO BAND – OKEY DOKEY

INCREDIBLE BONGO BAND – WHEN THE BED BREAKS DOWN, I’LL MEET YOU IN THE SPRING

14 Responses to SINISTER VINYL COLLECTION: INCREDIBLE BONGO BAND – BONGO ROCK (1973)

  1. sinistersaladmusikal diz:

    Só pra constar: a montagem que fizeram no último vídeo ficou muito engraçada. Chorei de rir aqui…

  2. Esse disco é demais! Não tenho original (ainda) mas pirei no MP3!

    A propósito mestre, andei postando sobre o Pere Ubu. Vi q vc gosta do Velvet Underground, e como eles seguem uma linha parecida…Provavelmente vc já tem tudo, mas se não, estou disponibilizando 2 álbuns por lá.

    Abç!

  3. sinistersaladmusikal diz:

    Fala Rodrigo!
    Eu também acho muito classe o som do Incredible Bongo Band. Gostei do “não tenho o original (ainda)…” hehe. Mas o barato de colecionar discos é esse mesmo: quando achamos aquele disco que procuramos há tempos, é aquela felicidade… não tem preço. Manda bala no garimpo que, na fé, você encontra essa belezinha.
    E Pere Ubu é excelente. Conheço os três primeiros discos e curto pacas. Deixei um comentário lá no seu ótimo blog. Valeu, mer’mão!
    Abração

  4. João Pedro diz:

    Até que enfim achei esse disco. Obrigado pelo link. Abrço.

  5. sinistersaladmusikal diz:

    Opa, João Pedro. Estamos aí para propagar os bons sons. Conselho bolha: vá atrás do original que vale à pena. É isso aí.
    Abração

  6. darmowy diz:

    You got a really useful blog I have been here reading for about half an hour. I am a newbie and your post is valuable for me.

  7. sinistersaladmusikal diz:

    I am very happy with her words. Thank you.
    Hugs

  8. Vinícius Arruda diz:

    Cara, que instrumental foda!! Como é que eu não conhecia isto? Estupendo! Thanks!!

  9. sinistersaladmusikal diz:

    Valeu Vinícius! Incredible Bongo Band é altamente recomendado. Sonzeira!
    Abraço

  10. Luiz diz:

    procuro um grupo da década de 60,chamado Smith,que gravou uma versão de The Weight,da The Band.

  11. sinistersaladmusikal diz:

    Fala Luiz!
    Você já tinha perguntado sobre o grupo Smith (em um post do Wilson Simonal) e eu já tinha respondido, mas acho que usted acabou não lendo. Mas tá valendo… Buenas, conforme disse anteriormente, eu conheço a banda Smith (da bela vocalista Gayle McCormick) e possuo o LP da trilha sonora do filme “Easy Rider” (que contém a música “The Weight”). Também tenho o álbum “Minus – Plus” (1970), só que em CD. Já vi algumas cópias desse registro em LP, mas nenhuma delas estava do jeito que eu quero, ou seja, com capa e vinil impecáveis. O disco de estréia da banda, intitulado “A Group Called Smith” (1969), eu nunca vi nos sebos empoeirados de Sampa, mas claro que se eu achar o play dando sopa por aí, compro no ato, nem que eu tenha que vender um rim. Como costumo dizer, vida de bolha não é nada fácil… Castiga!
    Abraços

  12. l.e.x.ie. diz:

    Thank You For This Blog, was added to my bookmarks.

  13. Mike diz:

    I just sent this post to a bunch of my friends as I agree with most of what you’re saying here and the way you’ve presented it is awesome.

  14. sinistersaladmusikal diz:

    Thanks for the comments, brothers. Very cool.
    Hugs and continue following the Sinister.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: