SINISTER VINYL COLLECTION: CAPTAIN BEYOND – CAPTAIN BEYOND (1972)

Banda: Captain Beyond

País: United States 

Álbum: Captain Beyond

Ano de gravação / lançamento: 1971 e 1972 / 1972

Formação: Rod Evans (vocal), Bobby Caldwell (bateria, percussão, vocais e piano), Larry “Rhino” Reinhardt (guitarra solo, guitarra acústica e slide guitar) e Lee Dorman (baixo, vocais e piano).

Produção: Captain Beyond

Ilustração da capa:  Joe Garnett / design: Pacific Eye & Ear / foto: Gene Brownell

Gênero musical: Rock / Hard Rock / Rock Progressivo / Space Rock / Psicodelia

Selo: Capricorn Records / CP 0105

Prensagem: United States 

Lado A: 01.  Dancing Madly Backwards (On a Sea of Air) / 02. Armworth / 03. Myopic Void / 04. Mesmerization Eclipse / 05. Raging River of Fear

Lado B: 01. Thousand Days of Yesterdays (Intro) / 02. Frozen Over / 03. Thousand Days of Yesterdays (Time Since Come and Gone) / 04. I Can’t Feel Nothin’ (Part I) / 05. As the Moon Speaks (To the Waves of the Sea) / 06. Astral Lady / 07. As the Moon Speaks (Return) / 08. I Can’t Feel Nothin’ (Part II)

CAPTAIN BEYOND – CAPTAIN BEYOND (1972) [álbum completo]

CAPTAIN BEYOND – MESMERIZATION ECLIPSE

CAPTAIN BEYOND – RAGING RIVER OF FEAR

CAPTAIN BEYOND – FROZEN OVER (live 73)

CAPTAIN BEYOND – THOUSAND DAYS OF YESTERDAYS (TIME SINCE COME AND GONE)

CAPTAIN BEYOND – I CAN’T FEEL NOTHING (PART 1) / AS THE MOON SPEAKS (TO THE WAVES OF THE SEA) / ASTRAL LADY / AS THE MOON SPEAKS (RETURN) / I CAN’T FEEL NOTHING (PART 2) / DANCING MADLY BACKWARDS (ON A SEA OF AIR) / ARMWORTH / MYOPTIC VOID (1971)

5 Responses to SINISTER VINYL COLLECTION: CAPTAIN BEYOND – CAPTAIN BEYOND (1972)

  1. Ricardo diz:

    JESUIS!!!!!!!
    Esse é o melhor disco de todos em tempos, não se reduzindo apenas ao rock, e sim de toda a música.
    AVASSALADOR!!!!
    Ainda estou me recuperando da audição (aliás, não fica restrito àpenas esse sentido não), que teve como resultado uma nuca estraçalhada, vários hematomas pelo corpo, arrebatação espiritual e desorientação psíquica.

    Na época não teve o reconhecimento que merecia, embora hoje é melhor compreendido. Porém, uma coisa me entristece: Captain Beyond ainda é coadjuvante, comparada a uma banda insanamente hiperestimada(sabe de quem estou falando, né? Aquela lá… Que tinha o Evans…)Melhor deixar pra lá, não quero me incomodar…

  2. sinistersaladmusikal diz:

    Fala Ricardo!
    Realmente, o Captain Beyond é uma bandaça e ponto pro Bentão que estampou os caras na capa da poeira Zine.
    E espero que você já tenha se recuperado da audição estraçalhante que descrevestes aqui no Sinister, hehe. Castiga!
    Abraço

  3. Ricardo diz:

    POEIRA ZINE É SENSACIONAL!!!!!!!

    Vida longa à PZ e ao Bento.

  4. sinistersaladmusikal diz:

    pZ rules!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

<span>%d</span> bloggers like this: