SINISTER VINYL COLLECTION: WILSON SIMONAL – OLHAÍ, BALÂNDRO… É BUFO NO BIRROLHO GRINZA! (1973)

Artista: Wilson Simonal

País: Brazil 

Álbum: Olhaí, Balândro… É Bufo No Birrolho Grinza!

Ano de lançamento: 1973

Músicos: ficha técnica do disco sem créditos aos músicos.

Produção: Marco Mazzola

Arranjos: Sérgio Carvalho

Gênero musical: MPB / Bossa Nova / Samba / Samba Soul / Samba-Rock

Selo: Philips

Prensagem: Brazil

Lado A: 01. Dingue Li Bangue / 02. Quem Mandou (Pé na Estrada) / 03. Nega Tijucana / 04. Até o Dia de “São Nunca” / 05. Pout-Pourri de Partido Alto: a) Mocotó é Meu / b) Zé Furão / c) Quem Sorriu foi a Patroa / d) Tava Tava

Lado B: 01. Andorinha Preta / 02. Um Sorriso pra Você / 03. Colecionador de Amigos / 04. Mão Direita / 05. Rio Grande do Sul na Festa do Preto Forro

WILSON SIMONAL – OLHAÍ, BALÂNDRO… É BUFO NO BIRROLHO GRINZA! (1973) [álbum completo]

WILSON SIMONAL – NEGA TIJUCANA

WILSON SIMONAL – COLECIONADOR DE AMIGOS

WILSON SIMONAL – MÃO DIREITA

3 thoughts on “SINISTER VINYL COLLECTION: WILSON SIMONAL – OLHAÍ, BALÂNDRO… É BUFO NO BIRROLHO GRINZA! (1973)

  1. Fala Marco!
    Cara, além da pilantragem sonora elaborada pelo Simonal ser uma mistura fina e malandra do bom e do melhor, os títulos estão entre alguns dos melhores de todos os tempos… quem não tem suíngue morre com a boca cheia de formiga, mermão!
    A propósito, vi esses dias em uma loja a edição em cd do até então inédito(por aqui)”México 70″. Como levei outros discos no dia, deixei pra próxima. Mas parece ser uma beleza só.
    Abraço.

  2. Fala Lucas, meu velho!
    Tem o título do Alegria, Alegria Vol. 3 que também é bacana: “Cada Um Tem o Disco que Merece”. Castiga!
    O LP do México 70 eu já encontrei na Disco 7 do Carlinhos, mas acabei deixando o danado pelo caminho diante de uma falência implacável. Também pudera: adentrar a loja do cara é um perigo constante, já que as prateleiras sempre estão repletas de títulos sensacionais.
    Buenas, para quem quiser se inteirar mais sobre a carreira do Simonal, recomendo o documentário “Ninguém Sabe o Duro que Dei” que está no mínimo sensacional. Valeu, brother! Tu manja!
    Abraço

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s