SINISTER VINYL COLLECTION: ITAMAR ASSUMPÇÃO & BANDA ISCA DE POLÍCIA – SAMPA MIDNIGHT – ISSO NÃO VAI FICAR ASSIM (1986)

Artista: Itamar Assumpção & Banda Isca de Polícia

País: Brazil 

Álbum: Sampa Midnight – Isso Não Vai Ficar Assim

Ano de gravação / lançamento: 1985 / 1986

Músicos: Itamar Assumpção (vocal, violão, baixo, piano acústico e percussão), Denise Assunção (vocal e percussão), Luiz Waack (guitarra, violão e vocal), Paulo Lepetit (baixo, violão e vocal), Tonho Penhasco (guitarra, violão e piano acústico), Bocato (trombone) e Gigante Brazil (bateria, percussão e vocal).

Arranjos: Itamar Assumpção e Paulo Lepetit

Capa: Eduardo Lima

Gênero: MPB (“safra maldita”) / Movimento Vanguarda Paulistana

Selo: MPA / 803.335

Prensagem: Brazil 

Lado A: 01. Prezadíssimos Ouvintes / 02. Idéia Fixa / 03. Navalha na Liga / 04. Movido a Água / 05. Desapareça Eunice / 06. Tete Tentei / 07. Vamos Nessa

Lado B: 01. Eldorado / 02. Sampa Midnight / 03. Isso Não Vai Ficar Assim / 04. Z da Questão Meu Amor / 05. Totalmente à Revelia / 06. Cadê Inês / 07. Chavão Abre Porta Grande / 08. É o Quico

ITAMAR ASSUMPÇÃO – PREZADÍSSIMOS OUVINTES

ITAMAR ASSUMPÇÃO – PREZADÍSSIMOS OUVINTES (1983)

ITAMAR ASSUMPÇÃO – IDÉIA FIXA

ARRIGO BARNABÉ, ANELIS ASSUMPÇÃO & SERENA ASSUMPÇÃO - IDÉIA FIXA (2010)

ITAMAR ASSUMPÇÃO – NAVALHA NA LIGA

ITAMAR ASSUMPÇÃO – MOVIDO A ÁGUA

ITAMAR ASSUMPÇÃO – DESAPAREÇA EUNICE

ITAMAR ASSUMPÇÃO – TETE TENTEI

ITAMAR ASSUMPÇÃO – SAMPA MIDNIGHT

BANDA ISCA DE POLÍCIA - SAMPA MIDNIGHT (2009)

ITAMAR ASSUMPÇÃO – ISSO NÃO VAI FICAR ASSIM

ITAMAR ASSUMPÇÃO – Z DA QUESTÃO MEU AMOR

ITAMAR ASSUMPÇÃO – TOTALMENTE À REVELIA

ITAMAR ASSUMPÇÃO – CHAVÃO ABRE PORTA GRANDE

ITAMAR ASSUMPÇÃO – E O QUICO

ITAMAR ASSUMPÇÃO - matéria sobre o lançamento do box CAIXA PRETA

About these ads

5 respostas a SINISTER VINYL COLLECTION: ITAMAR ASSUMPÇÃO & BANDA ISCA DE POLÍCIA – SAMPA MIDNIGHT – ISSO NÃO VAI FICAR ASSIM (1986)

  1. Rafael diz:

    boa chance de conhecer melhor o nego dito…

  2. sinistersaladmusikal diz:

    Fala Rafa!
    Puts, curto pacas Itamar Assumpção e toda a turma da Vanguarda Paulistana. Inclusive, foi o artista que eu mais assisti shows na minha vida. Bons tempos de Bronx, quando a turma do bairro se reunia para assistir qualquer showzinho do Beleléu que pintasse na parada. Taí um músico que faz uma falta do caraco. E esse Sampa Midnight é o meu álbum predileto dele.
    Valeu, m’ermão!

  3. E aí Marcão!
    Grande Itamar! Descolei essa semana a “Caixa Preta”, com os 10 cd’s do vulgo beleléu e mais 2 póstumos- os Pretobrás Vol 1 e 2. Um trabalho de primeira,digno da trajetória dessa grande figura. Esse “Sampa Midnight” é realmente do caraco- poética maldita, arranjos além do senso comum, e grandes parcerias. Fui em uma palestra da Alice Ruiz e ela comentou emocionada sobre “Navalha na liga”, dizendo que o Itamar fora um grande parceiro e amigo. E você é um sortudo, por ter essas belezinhas em vinil e por ter vivido a época e curtido os shows do cara.
    Ah, e vi também que você postou discos do Magma! Tu manja, brother.
    Abraço.

  4. Opa, os póstumos são o 2 e3

  5. sinistersaladmusikal diz:

    Fala Mr. Lucas!
    Meu irmão, o negócio é o seguinte: é pura briga de foice. Um jogo de empurra empurra (…), facão, tiro, chute, murro… chamam mãe de palavrão. Sorte não haver o que segure o som. Senhoras e senhores, mas quem é que me garante, hein, quem é que me garante que mesmo esses microfones sempre funcionarão? … hehe demais. Grande Itamar!
    Brother, realmente peguei shows admiráveis do Nego Dito. Só de lembrar, puts, que saudades… teve um com ele o o Jards Macalé, os dois nos violões, só pérolas rolando… ; outro com o Arrigo no espetáculo “Gigante Negão” , no antigo Palace (teatral pacas, o Itamar surgia no palco de dentro de um ovo gigante)… ; um outro antológico no Parque do Ibirapuera; além de tantos outros na sala Guiomar Novaes, no Centro Cultural ou em eventos pela cidade…
    Teve também o show de lançamento deste Sampa Midnight, meu disco predileto do Beleléu. Não lembro se foi nesse ou em outro show da mesma época que os microfones pifaram durante a apresentação. Itamarzão sacou então de sua irreverência e bom humor, disse meia-dúzia de frases altamente engraçadas – aliás, como era de praxe – e mandou junto com a banda “Prezadíssimos Ouvintes” no peito e na raça… e assim foi até o final do show. Sensacional! hehe
    Ainda sobre o Sampa Midnight, é uma pena que no Youtube não tenha ao menos o áudio de faixas sensacionais do álbum, como por exemplo “Tente Tentei”, “Eldorado”, “Movido a Água”, “Chavão Abre Porta Grande” e claro, “Navalha na Liga”. Quem curte Itamar e por acaso ainda não teve a oportunidade de escutar esse disco, não sabe o que está perdendo. Castiga!
    E essa Caixa Preta do Itamar é ítem obrigatório para bolhas que manjam do riscado. Seu caso.
    Valeu, brother! E Magma é duka!
    Abraço

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 68 outros seguidores

%d bloggers like this: